Saúde

Quais são os principais tipos de doenças de sangue para ficar atento

Escrito por Paula Tostes

O sangue tem um papel importantíssimo no organismo humano. Sua principal função é transportar oxigênio e nutrientes para os tecidos, assim como garantir que o dióxido de carbono seja levado aos pulmões e os hormônios ajam em diversas partes do corpo. 

No entanto, existem doenças do sangue que merecem a nossa atenção. A boa notícia é que, se forem diagnosticadas no início, elas podem ser tratadas e devidamente controladas.  

A seguir, acompanhe quais são as principais doenças do sangue, seus sintomas mais comuns e os tratamentos indicados para cada uma. Boa leitura!

Anemia

A anemia é caracterizada pela taxa de hemoglobina anormal do sangue. Ou seja, os valores indicados no hemograma são inferiores aos considerados normais. A pessoa anêmica tem carência de nutrientes essenciais ao organismo, tais como ferro, zinco, proteínas e vitamina B12.

Crianças, gestantes, lactantes e adolescentes têm mais propensão a desenvolver anemia, cujos principais sintomas são: fadiga, palidez e falta de apetite. O tratamento é feito por meio de medicamentos e de uma dieta rica em ferro.

Anemia falciforme  

Esse tipo de anemia é mais incomum e afeta a produção de glóbulos vermelhos no sangue. O resultado disso é a dificuldade do transporte de oxigênios para todos os tecidos do corpo. 

Os sintomas são fortes dores nas articulações, pele pálida, fadiga em excesso, infecções constantes, cálculos biliares, feridas nas pernas e falha no crescimento. Não há cura e, por isso, deve ser acompanhada pelo médico constantemente.

Hemofilia

Hemofilia é o distúrbio causado quando não há coagulação adequada do sangue. A pessoa apresenta sangramento em excesso após um ferimento ou uma lesão. 

Hematomas grandes e intensos, sangramentos sem motivos aparentes e inchaço nas articulações são os principais sintomas dessa doença. O tratamento consiste em aplicações de injeções de plasma e coagulantes.

Transtorno das plaquetas

As plaquetas têm a função de combater a perda de sangue ocasionada por cortes ou lesões. O transtorno ocorre quando elas apresentam um número maior ou menor em sua produção.

Com isso, aumentam os riscos de desenvolver algumas doenças como: artrite, linfoma ou leucemia (se as plaquetas estão altas); lúpus, hiperesplenismo e púrpura trombocitopênica idiopática (se estão baixas).

Interromper e evitar medicamentos que causem hemorragias são as principais ações de tratamento para essa doença.

Distúrbio das células sanguíneas 

Esse distúrbio está entre as principais doenças do sangue. É caracterizado pela desordem na produção de glóbulos brancos tanto para mais quanto para menos: um número menor dessas células dificulta o combate de infecções no organismo; já se o número é maior pode ser o caso de leucemia. 

Os especialistas da área da saúde recomendam que as pessoas realizem um check-up ao menos uma vez por ano, a fim de detectar várias enfermidades no organismo. Por meio do hemograma é possível prevenir e tratar as doenças do sangue logo no início e, assim, ter melhor qualidade de vida.

Mas lembre-se de que tudo começa com a escolha de um bom laboratório. Entre em contato conosco e saiba mais sobre nossos serviços e como agendar os seus exames. Esperamos por você!

Post Relacionados

Deixar comentário.

Share This