Artigos científicos

Existe alguma relação entre Dieta, Câncer e a Modernidade?

TERIA O CÂNCER ALGUMA RELAÇÃO COM A NOSSA DIETA? O CÂNCER É UMA DOENÇA DA MODERNIDADE OU ELE JÁ EXISTIA ANTES? Acredito que muita gente já se pegou pensando nessas questões. Afinal de contas, o câncer e a modernidade tem alguma relação?  Se você é um curioso pelos assuntos de ciência e saúde, como eu, fique atento a este artigo, nós vamos falar um pouco sobre essa “doença da moda”. Boa leitura!

Há muita gente que acredita que o Câncer é uma doença da modernidade, um reflexo da modernização, da vida sedentária, um reflexo da nossa evolução urbana. De fato, nem tudo que dizem por aí está errado, mas cabe lembrar que médicos do Egito antigo, há 5 mil anos atrás, registraram doenças, que dadas suas características, provavelmente se tratavam de Cânceres. Hipócrates (377 a.C.) também descreveu enfermidades que se assemelhavam ao câncer de estomago, reto, mama e outros órgãos. PORTANTO, A PRESENÇA DO CÂNCER NA HUMANIDADE JÁ É CONHECIDA HÁ MILÊNIOS.

MAS COMO EU DISSE, NEM TUDO ESTÁ ERRADO! Epidemiologistas que estudam câncer têm observado que a sua prevalência no mundo tem aumentado de maneira significativa no ultimo século. Acredita-se que este resultado está relacionado, entre outros aspectos, com a industrialização e a urbanização ocorridas neste período. De fato, a morbi-mortalidade associada ao câncer observada em países desenvolvidos é maior do que em países em desenvolvimento. Além disso, algumas formas especificas de câncer, como o de cólon e reto, próstata e mama feminina, são mais frequentes em países desenvolvidos, enquanto outras, como de estomago, esôfago e colo de útero tem maior incidência nos países em desenvolvimento. Padrões distintos de câncer também são observados entre indivíduos que emigram para um novo país ou região.

O câncer é definido como uma enfermidade multicausal crônica, caracterizada pelo crescimento descontrolado das células. Sua prevenção tem tomado uma dimensão importante no campo da ciência, UMA VEZ QUE RECENTEMENTE FOI APONTADA COMO A PRIMEIRA CAUSA DE MORTALIDADE NO MUNDO.

O desenvolvimento de varias formas mais comuns de câncer resulta de uma interação entre fatores endógenos e ambientais, sendo o mais notável desses fatores a dieta.

Há várias evidencias de que a alimentação tem um papel importante nos estágios de iniciação, promoção e propagação do câncer, destacando-se entre outros fatores de risco. Ente as mortes por câncer atribuídas a fatores ambientais, a dieta contribuiu com cerca de 35%, seguida pelo tabaco (30%) e outros, como condições e tipo de trabalho, álcool, poluição e aditivos alimentares, os quais contribuem com menos do que 5%. Acredita-se que uma dieta adequada poderia prevenir de 3 a 4 milhões de casos novos de canceres a cada ano.

Dentre os componentes relacionados à alimentação, relevantes como fatores de prevenção ou risco para desenvolvimento do câncer estão:

  • Frutas e Hortaliças
  • Fibras
  • Fitoquímicos
  • Gordura
  • Obesidade e atividade física
  • Preparo, conservação e armazenamento de alimentos

Dito isto, podemos dizer com segurança que SIM, o câncer e a nossa alimentação (dieta) tem relação direta e que NÃO, mesmo tendo um expressivo aumento nos últimos anos, o câncer não é uma doença da modernidade.

Você gostou deste artigo? Acompanhe as nossas postagens semanais no #blogPaulaTostes. Até a próxima!

 

Fonte:

https://www.scielo.br/pdf/rn/v17n4/22897.pdf

Post Relacionados

Deixar comentário.

Share This