Saúde

Gripe ou Resfriado são a mesma coisa?

Nestas duas ultimas semanas, devido às mudanças climáticas que tem acontecido em decorrência do tempo chuvoso, muita gente tem pego gripe. Ou será resfriado o que eles pegaram? Afim de contas: gripe ou resfriado são a mesma coisa? Mesmo não tendo certeza do que se trata, afinal de contas os sintomas são tão parecidos que na hora do “vamos ver” a gente trata como se fossem a coisa. Mas como a gente vai detalhar agora, Gripe e Resfriado não são a mesma coisa!

A gripe ou influenza é causada por um vírus geralmente caracterizada de febre alta, seguida de dores musculares, dor de garganta, dores de cabeça, coriza e tosse seca. Dentre estes sintomas, a febre é o que merece mais atenção, ela geralmente fica por 3 dias. Os outros sintomas respiratórios tornam-se mais evidentes com a evolução da doença e geralmente ficam de três a cinco dias.

Embora parecido alguns sintomas, o Resfriado é causado por outros vírus, normalmente os rinovírus, os vírus parainfluenza e o vírus sincicial respiratório (RSV), este geralmente associado à resfriados em crianças. Os sintomas do resfriado são mais brandos e duram menos tempo que o da gripe, geralmente dois dias. A ocorrência de febre é menos comum e quando aparece são febres brandas, mas tosse, congestão nasal, coriza, dores no corpo e dores de garganta são comuns.

Dentre as principais sintomáticas estão o estado geral do paciente. Enquanto o resfriado não costuma provocar febre (exceto em crianças pequenas), na gripe a febre é comum e costuma ser acima de 38 graus.

Outra característica, na gripe o paciente fica mais prostrado, com dor de cabeça e, frequentemente, com dor nos músculos e articulações. No resfriado, o paciente tem coriza, tosse e espirros, mas encontra-se mais ou menos bem disposto, apenas incomodado com estes sintomas.

A gripe também apresenta uma maior taxa de complicações, como pneumonia pelo próprio Influenza ou por bactérias oportunistas, que se aproveitam do estado debilitado do paciente para atacar os pulmões.

É importante ficar atento à alguns sinais de gravidade da gripe, como: Dificuldade respiratória, dor torácica para respirar, pressão baixa, alterações da consciência, desorientação e vômitos persistentes.

PERGUNTAS FREQUENTES

É verdade que os vírus da gripe estão constantemente em mutação e por isso não conseguimos criar uma defesa imunológica permanente?

Sim, inclusive a vacina contra a gripe é alterada frequentemente, levando em conta esses novos vírus mutantes.

Posso pegar gripe através de vacinação?

Não, os vírus usados são mortos e incapazes de causar doença.

Algumas pessoas dizem que nunca tiveram gripe e depois da vacinação começaram a tê-la frequentemente, isso é verdade?

Não, o que acontece é que 10% dos subtipos de Influenza não são cobertos, por isso, alguns pacientes vacinados podem pegar gripe. Muitas pessoas apresentam resfriados e os confundem com gripe.

Podemos pegar resfriado ou gripe sendo expostos ao frio?

Em geral, os meses mais frios são aqueles onde há maior circulação de vírus e as pessoas ficam mais tempo em contato umas com as outras em locais fechados. Não existe relação direta entre pegar frio e pegar gripe ou resfriado. Ninguém pega gripe porque pegou chuva ou abriu a geladeira com o corpo molhado. Para se pagar a doença é necessário contato com o vírus.

Vitamina C previne viroses?

Não há evidencias científicas ainda que comprovem a eficácia da vitamina C na prevenção de viroses.

É importante entender os “modus operantes” de cada doença para saber o que fazer quando os primeiros sintomas surgirem. A prevenção ainda é a melhor decisão. Além da vacinação contra a gripe, entenda o que é cada uma delas e busque o seu médico de confiança se os sintomas se agravarem.

Se você curtiu este artigo e quer conhecer mais sobre outras doenças e temas de saúde acesse o nosso blog e boas leituras!

 

Fonte:

www.mdsaude.com

Post Relacionados

Deixar comentário.

Share This