Entenda a Resolução 347, do CFBM, que permite que biomédicos especialistas solicitem exames laboratoriais 

O Conselho Federal de Biomedicina divulgou no último dia 7 de abril, uma nova resolução, que autoriza os profissionais biomédicos a solicitarem exames laboratoriais para algumas áreas específicas.

Entre elas estão a fitoterapia, medicina tradicional chinesa, ozonioterapia, biomedicina estética, fisiologia do esporte e da prática do exercício físico, aconselhamento genético e perfusão extracorpórea.

A Resolução nº 347 frisa que a liberação se faz necessária quando do aprimoramento da performance de atividade biomédica. Ou seja, biomédicos que atuam nestas áreas específicas têm a possibilidade de solicitarem exames, de modo a contribuir com o acompanhamento de cada especialidade.

O Dr. Jefferson Teixeira, biomédico e gerente técnico da Unidade Paula Tostes de Barra do Garças, comemora a abertura de portas facilitada pela nova resolução. 

Segundo Teixeira, os profissionais biomédicos habilitados a solicitar exames poderão auxiliar as equipes multidisciplinares, além do acompanhamento de pacientes que realizam tratamentos estéticos ou de medicina tradicional chinesa, por exemplo. 

Como a Resolução nº 347 impacta os profissionais de saúde?

O biomédico salienta que o documento não surte efeito sobre os laboratórios, no presente momento, mas não deixa de entender como uma porta de entrada para um novo futuro, onde mais biomédicos especialistas possam conquistar tal autonomia.

Também é importante lembrar que a resolução não outorga ao biomédico o direito de diagnosticar o paciente diante dos resultados de seus exames. O diagnóstico continua sendo uma atividade restrita aos médicos.

Para o Dr. Jefferson, médicos e biomédicos devem atuar em conjunto, e acredita que a resolução não deve gerar desconforto entre as áreas.

“Nós, profissionais da saúde, devemos nos preocupar em ajudar os nossos pacientes da melhor forma possível para que eles tenham uma melhor qualidade de vida em qualquer área”, afirma.

Repercussão

Em seu canal no YouTube, o professor e biomédico Me. Thiago Nascimento, doutorando em Patologia Experimental, explica que a resolução 347 do CFBM pode encontrar barreiras no que se refere à autorização dos planos de saúde para a realização dos exames solicitados por biomédicos.

Nascimento relembra que, já há algum tempo, os exames laboratoriais solicitados por nutricionistas, por exemplo, não recebem liberação por parte dos planos de saúde. Obrigando os dependentes a pagarem pelo valor integral do procedimento.

Ou seja, existe uma chance real de que os planos de saúde não cubram as solicitações de exames vindas de biomédicos.

Já o Dr. Jefferson Teixeira acredita que os planos de saúde vão se adaptar à nova realidade. “Quando falamos em planos de saúde, sempre temos que aguardar, imagino que com essa nova resolução logo os planos de saúde devem se adequar a esses novos solicitantes”, aponta.
Para receber mais informações sobre este e outros assuntos, acompanhe o Paula Tostes através das redes sociais.

Post Relacionados

Deixar comentário.

Share This