Qualidade de Vida

Doenças do Sedentarismo: Conheça as 6 mais comuns.

Diante da rotina atribulada, as pessoas têm tido cada vez menos tempo para se dedicar à prática de esportes e atividades físicas. Com isso, os riscos para a saúde aumentam consideravelmente — e é preciso estar atento às doenças do sedentarismo.

Neste post, vamos mostrar os 5 principais males que você pode acabar adquirindo se não mudar seus hábitos logo. Então, leia-o atentamente até o final e previna-se!

O que é o sedentarismo?

O sedentarismo é a ausência da prática de exercícios físicos na rotina de uma pessoa. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo IBGE em 2017, mais de 60% da população brasileira acima de 15 anos se considera sedentária.

Esses dados são alarmantes, pois a falta de atividades físicas pode provocar uma série de doenças — algumas são, inclusive, bem graves. Além de evitar doenças, a prática regular de exercícios melhora a saúde e o bem-estar do indivíduo.

Muitas ações simples, como uma caminhada de 30 minutos três vezes por semana, já garantem bons resultados. Quanto mais você mantém seu corpo ativo, melhor se sentirá. Trata-se de um dos melhores investimentos que podem ser feitos por sua saúde.

Quais são as principais doenças do sedentarismo?

Agora, vamos conhecer melhor 6 doenças que estão diretamente relacionadas ao sedentarismo. Acompanhe!

1. Obesidade

A obesidade é o principal mal causado pelo sedentarismo. A falta de exercícios pode provocar o acúmulo de gorduras no corpo, deixando-o fora do peso ideal e comprometendo o funcionamento de uma série de órgãos.  Apesar de grande parte das pessoas não a levarem muito a sério, trata-se de uma doença bastante perigosa. Afinal, a obesidade também é a causa de outras patologias.

2. Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são muito graves — e a falta de atividades físicas pode piorá-las ainda mais. A pressão alta, o entupimento de veias ou artérias e até os acidentes vasculares cerebrais ou infartos podem ser causados por essa condição. É importante se cuidar para evitar o acúmulo de células de gordura nos vasos sanguíneos e no coração.

3. Diabetes

diabetes está diretamente relacionado à produção e ao consumo de insulina no sangue. Quando existe um descontrole nesse mecanismo, a pessoa pode, até mesmo, ter episódios de desmaios ou algo pior.

O sedentarismo provoca uma dificuldade no organismo de encontrar o equilíbrio entre a produção e o consumo de insulina. Com isso, é necessário fazer o controle por meio de medicamentos.

4. Ansiedade

Ficar sentado por muitas horas pode provocar estresse e ansiedade. O sedentarismo inibe a produção de endorfina, que é o hormônio relacionado à sensação de prazer e bem-estar. Ao praticar atividades físicas, o corpo produz mais dessa substância — e seus efeitos são sentidos por várias horas.

5. Câncer de mama

O sedentarismo está relacionado com o surgimento de alguns cânceres, como o de mama, por meio da obesidade. O excesso de peso causa o aumento da produção de radicais livres pelo corpo. Tais componentes provocam o surgimento de pequenas inflamações, que podem evoluir para o aparecimento de células cancerosas.

6. Osteoporose

A prática de exercícios regulares contribui para o aumento da produção de tecido ósseo, além de ajudar na manutenção das articulações. As atividades ainda ajudam na fixação do cálcio, principal componente dos ossos. Sendo assim, o sedentarismo leva ao surgimento de doenças como a osteoporose.

Como vimos, a falta de atividade física regular pode ser muito prejudicial à nossa saúde. Se você quer se prevenir dessas e de outras doenças causadas pelo sedentarismo, precisa começar a se exercitar desde já. Confira quais são os 7 benefícios do exercício físico e inspire-se para uma vida melhor e mais saudável!

Post Relacionados

Sobre o autor

Laboratório Paula Tostes

Deixar comentário.

Share This