O que os conceitos de Criatividade e Performance tem haver um com o outro?

A principal intenção da educação e motivação dentro de sala de aula é incentivar a criatividade entre estudantes usando o conhecimento adquirido em sala de aula. A sociedade dinâmica em que vivemos está apresentando ao estudante um leque de desafios que demandam por inovações. Para aqueles que desejam o sucesso na era digital habilidades como capacidade de inovar, pensamento criativo, pró-atividade e habilidade de lidar com situações complexas e incertas são essenciais.

Enquanto somos responsáveis por educar as crianças e prepará-los com habilidades para inovar e assim atuarem em uma economia avançada e desenvolvida. Estamos, até o momento, educando as crianças para serem meras ferramentas de trabalho, ou seja, um capital social que seja produtivo.

Criatividade deveria ser trabalhada em sala de aula, dando ao estudante a oportunidade de aprender efetivamente. A escola deveria servir como a embaixada da criatividade, um lugar onde o estudante manifestaria seu potencial. Sem a promoção da criatividade a criança é incapaz de inovar, sempre olhando para um problema da mesma perspectiva, não conseguindo pensar em soluções “fora da caixa”. Como resultado, a negligencia à criatividade na infância representa um risco de marginalização desta geração quando adulto.

Os professores tem uma complexa e enorme influencia neste ambiente de aprendizado. É importante que estes estimulem a autoestima entre os alunos para seu próprio benefício. Criatividade permitem aos estudantes entenderem que não existe respostas erradas quando se fala em criatividade, o que importa é o aprendizado que o choque de ideias provoca. Uma sala de aula criativa valoriza todas as ideias geradas, além de estimular a iniciativa entre estudantes, ampliando o senso de independência e construindo a autoestima dos jovens.

A educação é pensada como algo direcionado ao melhor interesse da nossa economia. Porém, existe uma ressalva neste sistema educacional adotado. A falta de criatividade em escolas é uma falha estratégia para a economia de longo prazo. É cada vez mais notório a falta de criatividade nos vários setores da economia, música, marketing, finanças, saúde, etc. Modelos de negócio adotados no passado ainda são copiados porque não há muita novidade nesse setor. Estamos buscando soluções rápidas para problemas que demandam inovações. E NÃO ESTAMOS CONSEGUINDO sair do quadrado. Neste momento o que acontece é uma falta de criatividade generalizada.

Trazendo essa ideia, ou melhor dizendo, a falta de ideias, para o mundo empresarial. É comum ver empresas engessadas em conceitos antigos, que antes funcionaram muito bem mas hoje é outro cenário já não funcionam mais. SEM CRIATIVIDADE ficamos a mercê de repetir os mesmos erros.

Post Relacionados

Deixar comentário.

Share This