As pessoas estão se preocupando mais com a própria saúde e buscam constantemente novas formas de prevenir doenças. Para evitar problemas futuros, elas mantêm hábitos saudáveis, como a prática de exercícios físicos e uma alimentação balanceada. Outro hábito muito bom é a realização de exames preventivos, como os de sangue.

Neste artigo, você vai conhecer 5 tipos de exames de sangue e saber para que serve cada um deles. Um simples exame é capaz de diagnosticar precocemente diversas doenças graves que, no futuro, demandariam procedimentos mais complexos e demorados. É possível, até mesmo, saber se você tem diabetes e colesterol alto. Confira!

1. Hemograma completo

Esse exame de sangue serve para medir a saúde geral de uma pessoa. Ele identifica alguns distúrbios, como a anemia, além de doenças autoimunes e até a leucemia. O hemograma completo realiza a medição dos níveis de glóbulos vermelhos (hemácias) e brancos (leucócitos), além das plaquetas.

Trata-se de um dos exames de rotina que são mais solicitados pelos médicos, exatamente porque ele avalia a saúde de modo geral. Destacamos que o hemograma completo não é um exame de sangue comum, pois isso exigiria que o profissional destacasse exatamente o que ele deseja que seja analisado.

2. PTT e TAP

Os exames tempo de tromboplastina ativa (PTT) e tempo de protrombina (TAP) servem para medir o tempo que o sangue leva para coagular. A coagulação é um processo muito importante para a nossa saúde, porque a perda excessiva de sangue pode levar à hemorragia.

O processo de coagulação começa a partir da ativação das plaquetas presentes na corrente sanguínea, que é completada pela ação dos fatores coagulantes. Os exames PTT e TAP medem o funcionamento desses fatores. Quanto maior for o tempo identificado, mais propensão a pessoa tem para sangrar.

3. Colesterol

Esse exame de sangue serve para medir as taxas de colesterol e de suas frações na corrente sanguínea, ou seja, HDL, LDL e triglicerídeos. O HDL é conhecido como colesterol bom, enquanto o LDL é o ruim. O colesterol é produzido pelo fígado e está envolvido com muitos dos nossos processos vitais.

O excesso de colesterol no sangue é visto pelos médicos como o indício de que você pode desenvolver doenças cardiovasculares. A identificação de altas taxas ajuda a adotar medidas preventivas como a mudança de hábitos alimentares e a prática de atividades físicas, bem como a adoção de medicamentos específicos.

4. Ureia e creatinina

O exame de sangue com foco em ureia e creatinina é a melhor forma de avaliar o funcionamento dos rins. Ureia e creatinina são substâncias que são encontradas na corrente sanguínea, portanto, podem ser dosadas por meio de um exame. A alta taxa de presença dessas substâncias indicam disfunção renal.

Quando os nossos rins começam a funcionar de forma inadequada e a capacidade deles de filtrar o sangue é afetada, as concentrações de ureia e creatinina na corrente sanguínea tendem a aumentar. Sendo assim, dá para identificar problemas nessa parte do corpo por meio desse exame.

5. Glicose

Também conhecido como exame da glicose, ele é feito por meio da retirada de sangue para avaliar a quantidade de açúcar presente na corrente sanguínea. Os resultados podem indicar, por exemplo, a presença de doenças como a diabetes. Quem já é portador da doença faz o exame para verificar os valores e ajustar o tratamento.

Esses tipos de exames de sangue que nós citamos neste artigo e outros mais podem ser solicitados em um check-up pelo seu médico. Por isso, é importante que você faça os seus exames de rotina e adote hábitos que previnam o surgimento de doenças.

Se você precisa de um laboratório de confiança, entre em contato conosco! O laboratório Paula Tostes realiza esses exames e outros mais e ainda disponibiliza os seus resultados na Internet, em uma área na qual somente você terá acesso. Caso necessite, também trabalhamos com atendimento domiciliar.

Post Relacionados

Deixar comentário.

Share This