Laboratório

Afinal, qual o tempo de jejum para um exame de sangue?

Desde cedo, aprendemos que o tempo de jejum para exame de sangue é uma condição essencial para adquirir resultados confiáveis em testes para diagnósticos ou check-ups de rotina. E muito dessa prática se deve ao fato de que, até então, a ingestão de alimentos e de água em excesso podia prejudicar algumas análises e alterar os dados.

No entanto, o que poucos sabem é que, nem todas as coletas de sangue necessitam que o paciente permaneça por 12 horas de jejum. Isso porque a maioria dos exames precisa de apenas 3 ou 4 horas de abstinência, sendo esse tempo considerado suficiente para que a pessoa tenha metabolizado grande parte dos alimentos consumidos.

Por isso, neste artigo, vamos esclarecer em quais situações o tempo de jejum para exame de sangue é requisitado. Continue lendo e confira!

Quando o tempo de jejum para exame de sangue é exigido?

O tempo de jejum no qual o paciente precisa permanecer para realizar o exame de sangue vai depender do tipo que será feito, uma vez que não são todos que necessitam dessa abstinência. Por isso, é importante se atentar para qual é a quantidade de horas exigidas para ficar sem comer antes dos exames mais comuns.

Hemograma

Exame utilizado para verificar infecções e anemias, pede que o tempo de jejum seja de 3 horas. Porém, se a dieta for leve, a abstinência não é necessária.

Creatinina

Nesse exame de sangue, é preciso ficar 3 horas de jejum para avaliar a função dos rins.

PSA (Antígeno Prostático Específico)

Serve para diagnosticar possíveis alterações na próstata, sendo necessário permanecer por 4 horas em jejum.

TSH (Hormônio Tireoestimulante)

O tempo adequado para realizar esse tipo de exame, que detecta mudanças nos níveis do hormônio da tireoide, é de 3 horas depois da última refeição.

Colesterol

O exame de colesterol ajuda a definir o risco de entupimento das artérias por produção de placas de gordura. Para isso, o jejum de 12 horas é desejado, caso seja requisitado pelo médico. Se não houver solicitação, ele não é obrigatório, já que os resultados não diferem significativamente se o exame for feito em jejum ou após a alimentação.

No entanto, geralmente são solicitadas várias análises em um único exame de sangue. Nesse caso, é preciso que o paciente fique em jejum conforme orientação médica e no tempo necessário que permita o parecer de todos os critérios requisitados.

Quando o período de jejum não é mais necessário?

Para alguns casos, o tempo de jejum para exame de sangue não é mais necessário. Entretanto, são indicadas apenas refeições leves antes de fazer a coleta. Entre os exames, podemos destacar:

T3 e T4

Esses são utilizados para avaliar a função tireoidiana.

FSH (Hormônio Folículo Estimulante) e LH (Hormônio Luteinizante)

Esses testes de hormônios servem para investigar situações de irregularidades no sistema reprodutor feminino e masculino.

Estradiol (E2)

Exame que avalia alterações no corpo feminino.

Em todos os casos, é permitida a ingestão de água em pequenas quantidades, apenas para saciar a sede, pois, em excesso, pode modificar os resultados dos exames. Contudo, outros tipos de bebidas, como café, chás, refrigerantes e bebidas alcoólicas, precisam ser evitadas, já que podem provocar mudanças nos constituintes do sangue.

Vale ressaltar que o exame de sangue após 14 horas de tempo de jejum também pode trazer riscos para o organismo. Isso acontece porque ele começa a metabolizar as proteínas e as gorduras como mecanismo de proteção e, assim, pode haver alteração na dosagem de alguns exames, como a glicemia.

Por isso, é importante que o paciente consulte o médico e o laboratório a fim de se informar se o jejum é realmente necessário antes de se submeter aos exames e de causar desconforto para o corpo.

Gostou deste post sobre o tempo de jejum para exame de sangue? Aproveite, siga-nos no Facebook e no Twitter e fique por dentro de todas as nossas novidades!

 

Post Relacionados

Sobre o autor

Laboratório Paula Tostes

Deixar comentário.

Share This